Você sabe quais são as suas Soft Skills?


No mundo corporativo da era digital, só os conhecimentos técnicos não são mais suficientes. Desafios, pressão e dificuldades no ambiente organizacional exigem certas competências emocionais e comportamentais para lidar e manter-se neste cenário.

Você sabe quais são elas?



Comunicação

Você é responsável por aquilo que o outro entende ou somente pelo que você fala?

A capacidade de se comunicar com clareza pode evitar muitos mal-entendidos e melhorar as relações.

Comunicar-se de maneira eficiente significa saber expor suas ideias e pontos de vista. Mas isso deve ser feito com assertividade, argumentos bem construídos e respeito ao posicionamento alheio. Nesse ponto, entram também outras habilidades essenciais, como empatia, flexibilidade e inteligência emocional.


Liderança

Uma das competências comportamentais mais requisitadas e valorizadas pelo mercado de trabalho é a liderança. E não se trata de um requisito aplicado apenas para cargos de gestão. Muitos podem chegar a cargos de chefia, mas poucos são capazes de inspirar e motivar os que estão ao seu redor. E isso é liderança! Não é somente dar ordens e distribuir tarefas.

Nas mãos de bom líder está a missão de mover toda sua equipe em direção a um objetivo em comum e garantir resultados satisfatórios, tanto para empresa quanto para cada colaborador. A liderança pode ser desenvolvida e aperfeiçoada com treino e dedicação.


Ética

A ética e a honestidade andam de mãos dadas. São qualidades que vem de berço, que refletem as noções de conduta e os valores recebidos desde a infância. O contexto profissional é o cenário certo para aprimorar essa competência.

O dia a dia no ambiente de trabalho pode trazer diversas situações que testam o nível de integridade de cada um. Algumas características acompanham a ética e é possível avaliar esses traços tanto em pessoas quanto em organizações.


Empreendedorismo

Ser empreendedor é sair do lugar-comum e arriscar novos caminhos e ideias. O empreendedorismo é parceiro da criatividade e da inovação. Determinação, proatividade, pensamento estratégico e espírito de liderança também estão atrelados à capacidade empreendedora.

O mercado de trabalho exige e necessita dessa competência. Pessoas que desenvolvem e praticam o empreendedorismo, em geral, têm as seguintes posturas:

  • atitude e iniciativa;

  • otimismo e motivação;

  • são analíticas e eficazes nas tomadas de decisão;

  • foco e visão objetiva;

  • são resilientes e sabem superar os altos e baixos da vida profissional.

Inovação

As empresas buscam pessoas com essa habilidade audaciosa. Os profissionais inovadores são curiosos, receptivos, não têm medo de arriscar e errar e sabem trabalhar em equipe.

O principal desafio de quem tem essa característica é convencer os outros a aceitar algo novo. A maioria das pessoas não sente segurança e conforto diante de mudanças. Por isso, primeiramente, é o inovador quem deve acreditar em suas próprias ideias para, em seguida, transmitir confiança e colocá-las em prática.


Inteligência emocional

Tão importante quanto o potencial intelectual é a capacidade de gerir as próprias emoções. A pessoa que consegue administrar o fator emocional no dia a dia — em especial no ambiente de trabalho, que está sujeito a diversos conflitos — demonstra um alto nível de autocontrole e maturidade profissional.

Aquele que controla o que sente consegue neutralizar o que lhe faz mal e se guiar apenas por pensamentos construtivos e sensações positivas. E isso se converte a favor do crescimento na carreira.


E então, conseguiu se identificar em algumas... ou todas as características?

Saiba que o coaching pode te ajudar a trabalhar e desenvolver as suas soft skills para você dar um up na sua carreira!



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo